Gestão de Cartões

Preencha os campos com seu usuário e senha, caso não tenha entre em contato.

Login
Área Restrita

Preencha os campos com seu usuário e senha, caso não tenha entre em contato.

Login
Área Restrita
Home / Servios / E.R.P

E.R.P

E.R.P

Planejamento de recurso corporativo


O ERP vem do inglês (Enterprise Resource Planning, ou Planejamento dos Recursos da Empresa) e representa uma série de atividades gerenciadas por um software ou por pessoas, que ajudam na gestão de processos dentro de uma empresa, portanto, ERP é um Sistema de Gestão Empresarial.

Uma importante meta do ERP é facilitar o fluxo de informações de uma organização para otimizar a tomada de decisões dentro da empresa. Um sistema de ERP ajuda de maneira eficaz as corporações a atingirem esta meta, coletando e organizando informações em diferentes níveis, oferecendo em tempo real indicadores de performance que ajudam na gestão.

ERP é um sistema para gestão empresarial e sua principal finalidade é a organização das informações para melhor gerenciamento da empresa e diminuição de tempo e custos gastos nos processos.

Uma empresa precisa gerenciar contas a pagar e a receber, vendas e pedidos, folha de pagamento de funcionários, controlar estoque, emitir nota fiscal, entre diversos outros processos. Para cada função, poderia existir um software diferente. Gerenciar todas informações separadamente necessita de muito tempo e é mais suscetível a erros. Quando todas essas informações estão dentro de um único sistema, erros são mais difíceis de acontecer e o gerenciamento e analise de todas essas informações ficam mais rápidas. O software ERP serve para isso.

Quando toda empresa é gerenciado através de um único sistema, é mais fácil a comunicação entre todos os departamentos da empresa, desde a administração, financeiro, RH, logística e produção. Por exemplo, o RH será responsável por lançar todas informações de funcionários dentro do software, mas é o financeiro que fará o controle do quanto vai para pagamento de impostos, de funcionários ou de outras contas. O marketing da empresa pode consultar o sistema e verificar que um determinado produto não está tendo tanta venda como eles acreditavam que teria, e pensar em estratégias para reverter essa situação para não ter prejuízo. O pessoal da produção pode dar baixa na matéria prima que está sendo usada para a fabricação de produtos, enquanto o pessoal responsável por compras irá gerenciar que o mínimo de estoque daquela matéria prima foi alcançada e que precisa ser reabastecido.

Se cada um dos setores tivessem programas diferentes, que não se comunicam entre si, a gestão ainda pode ser realizado, mas com uma chance gigantesca de ocorrer erros e ocasionar prejuízos, estes que os sistemas ERP evitam. Apenas para exemplificar, vamos supor que o pessoal da produção use uma matéria prima para fabricação de um produto, e não avisa para o departamento de compras que está quase acabando. Quando for precisar, essa matéria prima não vai estar disponível, e toda produção irá se atrasar, podendo diminuir as vendas, gerar atraso no recebimento do cliente visto que ele também não recebeu o produto, e inclusive trazer outros prejuízos para empresa.